Como Juntar 5000 reais em um ano! Veja e aprenda a realizar seus sonhos!

Bem, hoje falaremos de um desafio que promete mudar sua maneira de pensar e te ajudar a juntar dinheiro em 1 ano, para você fazer o que quiser, o Desafio das 52 semanas! Uma ideia que fara você poupar dinheiro!



Estou falando de conseguir juntar uma quantia de R$1.378,00 a R$13.780,00, ou muito mais que isso, só depende de sua força de vontade! Se quiser saber como juntar essa quantia não deixe de ler até o final!

E a pergunta principal do dia é :

Esse desafio das 52 semanas funciona mesmo?


SIM! com certeza, desde que você crie consigo um compromisso inquebrável, que cumpra o desafio sem enganar a si mesmo. Nele você dita as regras e não tem que pagar ninguém para fazer isso.

Como funciona o desafio?


O desafio é super simples em questão de funcionamento, basicamente, você escolhe uma meta, por exemplo: uma viagem de férias, uma moto nova, capital para abrir algum negocio próprio.




Algo que para você valha a pena sacrificar-se durante todo o ano. Aí que começa a "mágica"; toda semana você deve guardar uma quantia proporcionalmente maior que a primeira semana. Ou seja, a cada semana você acrescenta o seu valor inicial mais o que você deposita.

Caso exemplificativo:

Comecei guardando uma quantidade de R$ 2,00 reais por semana, é pouco se você pensar bem, mas já é um começo para quem não tinha o hábito de guardar nada.

Na primeira semana eu guardei os R$ 2,00 reais na poupança (mais tarde te ensinaremos outras maneiras mais rentáveis de aplicar essa quantia), na segunda semana guardei R$ 4,00 reais, em 2 semanas eu tinha guardado R$6,00 reais.




Na terceira semana eu guardei R$6,00 reais, e tinha acumulado uma quantia de R$12,00 reais, o que eu depositei mais a soma das outras duas semanas. Já na quarta eu guardei R$8,00 reais, e assim foi durante 52 longas semanas.

No fim das 52 semanas obtive um capital acumulado de R$2.756,00 reais(quase três salários mínimos), sem contar os rendimentos, e não tive que fazer nenhuma mágica para isso, apenas controlando meus gastos e focando no objetivo.

Ai você me perguntaria:

Foi fácil realizar esse teste? 


Não, com certeza não, e se alguém te disser que é fácil não acredite antes de você ter sua própria experiência, as primeiras semanas são bem tranquilas em relação as últimas. Em determinado momento você terá que economizar em tudo para cumprir seu desafio semanal, mas te garanto, é um novo aprendizado.

Você ainda pode se deparar com uma situação em que terá de repensar o valor do seu desafio, pois afinal nem sempre sabemos quanto podemos guardar.

Ao longo desse ano você perceberá que tem potencial sim para juntar dinheiro, e ter esse habito é o grande diferencial para uma pessoa que quer crescer financeiramente.

Mas lembre-se: nunca desista; a vida pode ser dura, mas o sucesso alcançado é ainda mais valorizado depois de muita luta, então se pensar em desistir, acredite que você consegue, pois se eu consegui, você também pode.



Técnicas para cumprir o desafio.


O importante é você chegar ao final da sua missão, mas te garanto ao longo você encontrara dificuldades e algumas técnicas podem te ajudar a cumprir seu objetivo mais tranquilamente, veja abaixo.

  • Não caminhe sozinho!


Uma maneira de te incentivar é contar para alguém, um amigo, um parente, uma pessoa que você possua intimidade e bastante contato para que ela sempre te pergunte e incentive, ou até mesmo alguém que também esteja realizando o desafio. Te garanto isso faz diferença!

Você já parou para pensar porque um consórcio as pessoas sentem a obrigação de pagar, mas se fosse para essa pessoa guardar esse mesmo valor ela não conseguiria?

Pois bem! Pura psicologia. Quando ela faz um consórcio ela assume ali um compromisso mensal em que se ela não pagar gera uma multa de juros, várias ligações do banco cobrando e até mesmo o risco de ser excluída do grupo consórcio; isso gera mentalmente uma sensação de obrigatoriedade.

Ou seja o fato dela ser punida "facilita " vencer os meses do consórcio, então você também pode criar técnicas pessoais para te obrigar a pagar, como depósitos programados, boletos gerados que possam te causar algum prejuízo, alarmes de aplicativos inconvenientes dentre outras técnicas pessoais.

  • Use aplicativos e meios que você se identifica para controlar e lembrar de seu desafio semanal.

Existem diversas tabelas por aí que ajudam a controlar esse desafio e até mesmo sua vida pessoal financeira. Basta baixar e começar a usar ou ainda você pode criar sua planilha, do seu jeito.

Outra maneira prática é utilizar aplicativos para isso, como por exemplo o aplicativo "52 Semanas Desafio para Economizar - Mobills" que é gratuito e pode ser baixado na Play Store do seu smartphone. Lá você estabelece uma meta, o valor que queira começar, e o aplicativo “fala” quanto você precisa depositar por semana, um aplicativo bem útil para nosso objetivo.

Aplicativo para Controlar seu desafio das 52 semanas:


52 Semanas Desafio para Economizar - Mobills


  • Voe baixo no inicio!

Outra técnica não menos importante é escolher valores baixos para começar, lembre-se, quanto maior o valor do desafio, mais difícil será nas últimas semanas. Se você escolher começar com o valor de R$10,00 reais semanais tem que estar ciente que terá semanas que você depositará uma quantia de R$450 reais , isso para alguém que ganha um salário baixo ficaria inviável e desgastante.

Mas se você é uma pessoa de coragem e opte fazer o início com R$10,00 reais ou mais, chame alguém de sua confiança para fazer com você (ao final de 52 semanas vocês terão mais de R$13.780,00 para fazer o que quiser!).

Outra coisa, se você for repetir o desafio tente não usar o dinheiro do desafio anterior, para que assim você sempre tente poupar.

  • Depósitos automáticos programados

Uma dica interessante seria calcular quanto você terá que depositar mensalmente e distribuir em depósitos automáticos, para não esquecer nem furar ou se você não tem controle sobre o que gasta quando recebe assim fica mais difícil de você falhar na missão.

  • Antecipar o valor das semanas

Caso você ache puxado as últimas semanas, você também pode planejar guardar um pouco mais nas primeiras, que são mais tranquilas, para ter a quantia para depositar nas últimas. Por exemplo, nas primeiras semanas guardei R$50,00 reais a mais que o desafio para quando chegasse nas últimas eu utilizasse esse valor guardado para cumprir a meta. Isso ajuda a não desistir, caso não tenha essa quantia toda.

  • Persistência

Mesmo que você não tenha o dinheiro da meta semanal não deixe de guardar o que você puder. Caso chegue ao seu limite financeiro e perceber que naquele mês não será possível cumprir de jeito nenhum, guarde o tanto que você conseguir, pois afinal a ideia é você poupar mesmo que seja um pouco menos do esperado, mas somente se fugir do seu limite. Pense nisso. Se fosse fácil todos seríamos grandes empresários renomados.

Qual o lugar certo para guardar o dinheiro?


No exemplo acima mencionei que guardei os valores na poupança, mas a poupança é no momento, um dos piores lugares para guardar algum investimento, isso porque o rendimento mensal é cerca de 0,038% ao mês. Ao invés, disso aconselho você a guardar no mínimo no tesouro direto que deve estar acima de 0,50% ao mês, ou qualquer outra forma de investimento que aceite valores iniciais baixos, onde seu rendimento vai ser mais que o dobro da poupança. Mesmo que renda pouco você terá o capital acumulado das semanas mais os rendimentos.


O que devo aprender com isso?


Como falamos acima, poupar é pura psicologia, quando você "dá nome ao seu dinheiro" você cria mentalmente um destino e uma materialização daquele valor. Quantas vezes você já disse ou ouviu alguém dizer que não guarda dinheiro porque não sobra, pois então, quando você cria uma forma, ou materializa, algum objetivo.



Desperta em você um sentimento de necessidade de juntar e deixar de gastar para aquele fim; você acaba guardando mais naturalmente e seu controle será muito maior, todo mês a primeira coisa que pensara será a sua necessidade de juntar aquele dinheiro.

Não se esqueça existem coisas na vida que não podemos deixar de gastar, as vezes você pagar uma consulta médica ou uma viagem em família te trará retornos melhores que aquele dinheiro poupado, mas use com sabedoria! É assim que começamos a juntar dinheiro para crescer financeiramente, um dos primeiros passos aos investimentos mais complexos.

Postar um comentário

0 Comentários